EM BUSCA DE MIM MESMA


Parafraseando Fernando Pessoa, "Sou o intervalo entre o meu desejo e aquilo

que os desejos dos outros fizeram de mim”. Esta é uma boa definição do que é

SER mulher. Quando nascemos nossa linda e maravilhosa mãe faz planos para

nosso futuro e em lindas e certeiras páginas começa a construir nossa história.

Começa definindo nosso estilo de roupas, nossas companhias, nossos amores,

nossa carreira. Algumas de nós nos “rebelamos” e fazemos do nosso jeito

porque a VIDA pode ser diferente para nós do que foi para elas.

A medida em que vamos crescendo percebemos que temos muitos desejos,

algumas meras quimeras, outros uma imensidão de possibilidades. Assim

corremos atrás de alguns sonhos que se tornam verdade, outros até fantasmas

que enterramos a sete chaves e que em algum momento da VIDA aparecem

para nos assombrar ou nos libertar.

Ao longo da nossa jornada descobrimos que “é melhor” adaptarmos às

circunstâncias. Logo somos levadas a escolher a profissão adequada, o

emprego mais promissor, o melhor homem e a opção de ter ou não filhos e até

quantos serão mais apropriados.

Descobrimos que a VIDA deseja que sejamos mais que boa menina, seria bom

que fossemos também heroínas. No lar boas donas de casa, na empresa boas

executivas, quem sabe até empresárias e de preferência bem-sucedidas. Para

nossos filhos sonhamos ser verdadeiras musas, sempre disponíveis e com todas

as “verdades” que os amparam em suas jornadas. Ah e nossos amores... somos

aquelas que eles sonham... submissas, Amélias, amantes ou apenas boas

mulheres..., mas afinal quem SOU EU?

Aí sou este intervalo como diz Fernando Pessoa. Passei a VIDA toda em busca

de SER o que tantas pessoas queridas queriam que eu fosse, que deixei de ser

quem eu gostaria. Agora corro pela VIDA como uma anônima, desvairada atrás

daquilo que não vivi. Não vivi porque abri mão de conhecer, deixei de ver para

fazer outras coisas. Não culpo os que amo, culpo a mim mesma porque me perdi

na tentativa de ver quem amo acima de mim. E agora corro cheia de saudades

em busca de mim mesma. Por onde andei por tanto tempo? Será que ainda

consigo me encontrar? Que a VIDA me permita sair do intervalo e SER eu

mesma... aquilo que sempre fui, e assim SER plena!

2 visualizações

Contacte-nos

Assine nossa Newsletter

Amy Academy ® - Todos os diretos reservados. CNPJ: 29.102.145/0001-8  atendimento@amy.academy