A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO NA JORNADA DO EMPREENDEDORISMO FEMININO


A mulher constitui a maioria da população, sendo responsável pelo sustento de quatro entre dez famílias brasileiras. Com a crescente vontade de exercer o poder, a mulher passa a almejar status de conquistas, capacidade de fazer a diferença e de ganhar dinheiro. Assim, o resultado do desempenho no mercado de trabalho tem alcançado grandes destaques em diversas frentes, como exemplo no empreendedorismo, um recorte que merece seu destaque.


Empreender não é um esporte para todos, pois requer visão, disciplina, muita determinação e uma boa dose de talento. Mas existe um ingrediente especial que pode, sim, mudar o perfil de muitos empreendimentos por aí: o propósito! Existindo um propósito, uma motivação maior ou um sonho por trás da ação empreendedora, os resultados são realmente diferentes: ocorre o aumento do engajamento de clientes, dos colaboradores e parceiros, tornando os resultados mais relevantes e, portanto, provocam mudanças maiores que modificam a visão de todos sobre o negócio.


E aí dois aspectos geralmente são negligenciados: o propósito da ideia empreendedora em si e as competências individuais da empreendedora. Dois ingredientes que se bem trabalhados aumentam consideravelmente o sucesso de qualquer negócio. Essa atitude implica em grandes perdas de oportunidades que podem moldar negativamente a realidade ao nosso redor. Empreender com um propósito possibilita que a criação e a execução do projeto seja algo mais estimulante, proporcionando melhores resultados para vida pessoal e profissional. Empreender, portanto, diz muito mais respeito sobre quem somos, do que você podemos imaginar.


E talvez, nesse momento, a principal dúvida seja: por onde devo começar? Quando você se conecta ao seu negócio de maneira profunda, você consegue influenciar de uma maneira muito positiva a sua construção, transferindo a melhor parte que existe dos seus sonhos e da sua visão de mundo. Isso confere a ele um elemento que o torna único, diferenciando-o dos demais, pois trata-se da sua verdade. Quando a empreendedora entende quais os motivadores que a guiam, permite descobrir as suas forças e virtudes enquanto construtora de uma realidade melhor, transmitindo essas características para a sua criação. Todo empreendedor deve ter a preocupação de entender o impacto que o seu empreendimento irá causar em si, nas pessoas, nas organizações e na sociedade. Mas, no caso especificamente da mulher empreendedora, pelo exercício dos múltiplos papéis que desempenhamos e insistimos em acumular, é algo que deve ser observado. Aqui, torna-se imprescindível o domínio da chamada inteligência emocional para saber identificar quais os pontos fortes e fracos que podem ajudar a empreendedora a agir de forma intencional e assertiva.


Toda empreendedora deve buscar ser uma pessoa multipotencial com conhecimento em diversas áreas que possam ajudar a resolver os problemas dentro do seu negócio, isso pode ser alcançado, por exemplo, através do desenvolvimento do seu lado relacional. Estar realmente conectada ao que você faz impacta nos resultados que você busca alcançar. Empreender é uma construção que começa por você, a protagonista, conciliando seu plano de negócios com seus sonhos.


Mas, infelizmente, passamos anos dedicados somente ao desenvolvimento de nossas habilidades técnicas, tendo poucos treinamentos sobre nossas habilidades sociais, apesar do fato de serem tão importante quanto nossos conhecimentos técnicos. A sorte aqui não é uma variável que deve ser o fio condutor das ações, mas um elemento surpresa de impulso para as realizações. E qualquer trabalho que envolve a gestão de si ou do outro, passa diretamente pelo autoconhecimento.


É necessário ajudar empreendedoras ou aspirantes, a compreender e desconstruir crenças e comportamentos limitantes, normalmente presentes nessa trajetória e utilizar este conhecimento a seu favor, fortalecendo sua jornada empreendedora de maneira sustentável, equilibrando todos os papéis inerentes na vida de toda mulher. É investindo no autoconhecimento que se constrói um caminho mais sólido na busca pela alta performance pessoal e profissional. Promover inteligência emocional, através do autoconhecimento, potencializa nossas competências individuais estruturando a direção do caminho de forma mais coerente com nosso projeto de vida.


Como bem coloca Peter Drucker:

“Só quando uma pessoa trabalha com base numa combinação dos seus pontos fortes e de autoconhecimento, poderá atingir uma excelência verdadeira e duradoura”

1 visualização

Contacte-nos

Assine nossa Newsletter

Amy Academy ® - Todos os diretos reservados. CNPJ: 29.102.145/0001-8  atendimento@amy.academy